segunda-feira, 10 de março de 2014

Sonho #140307

Cheguei com o pessoal no ateliê dele. O lugar se assemelhava a um ferro velho, com uma parede muito alta à minha direita feita de andaimes retorcidos e diagonais – uma instalação colossal. Ele nos apresentou três técnicas artísticas possíveis e eu me interessei só pela primeira. A última era um tipo de trabalho quase sem valor estético, concluí. Andamos mais um pouco até chegar numa segunda área aberta, também cheia de ferro velho. As mesas do ateliê eram tábuas de passar.

Ele me apresentou um trabalho feito pela assistente dele. A obra se encaixava naquele terceiro tipo técnico que não me impressionava. Era uma manta curta e escura, incrustada de pedras preciosas ou cápsulas de Nespresso, fiquei em dúvida. A peça tinha ares ciganos, como se feita para ser usada em espetáculos de dança do ventre. Fiquei desconfiado de que fosse um trabalho comercial reaproveitado agora como objeto artístico. Isso seria bem errado.

3 comentários:

arao disse...

oq vc acha desse sonho, meu nego?

Victor Meira disse...

Sei não, maniga, acho que não tem um monstro escondido debaixo dessa cama. No dia anterior eu tinha ido tatuar lá no Gregório e ele tem uma assistente que é iniciante. Acho que é uma reflexo lá da noite no estúdio dele. Acho que tem estilhaço do curso de desenho, da vivência das bandas...

Aron Matschulat Aguiar disse...

hahuahuahua nao acho que seja um monstro tb..
acho que pode ser saudavel nao carregar a ideia (pre-conceito) de que os sonhos sao apenas reflexos do cotidiano sem significado..
acho que algo deve ter rolado subcutaneamente na noite anterior q teu intimo usou p dizer algo..
talvez antes perguntar oq o sonho quer te dizer?

acho!